As minhas viagens aos Parques Nacionais nos USA. 2011 Monument Valley

Depois e sairmos de Mesa Verde a caminho do Grand Canyon atravessámos Monument Valley. Senti-me dentro de um filme!

Monument Valley situa-se na reserva dos índios Navajos que os Norte Americanos chamam Navajo Nation, na fronteira entre o Arizona e o Utah.   Esta região serviu de palco a muitos westerns, principalmente os filmes realizados por John Ford.

Ao longo de milhões de anos, as forças do vento e da água esculpiram  nesta região monumentos  fantásticos.

/www.visitutah.com/articles/story-of-monument-valley/

Tapada de Mafra

A Tapada de Mafra é um destino lindo, pertissímo de Lisboa, para se visitar. Para quem gosta de caminhadas pode seguir os trilhos, ou pode fazê-lo de bicicleta. Também há o comboio, ou carros elétricos. E cavalos, curiosos!

Ao fim de semana pode ver uma demonstração de aves e também ouvir sobre apicultura. É tudo tão interessante que é uma pena que não se visite.

Estive lá na semana dos feriados, com muito calor. Não é o melhor. Tenho que lá voltar com menos calor para poder usufruir bem daquele pedaço de natureza que já foi coutada de Sua Majestades. http://tapadademafra.pt

Maravilhoso com as asas abertas!

IMG_3761a

 

 

Escapadelas – Parque florestal de Monsanto, Lisboa

No dia 25 de fevereiro fui fazer uma caminhada no Parque Florestal de Monsanto, com o meu sobrinho mais novo, o Vasco. estava um dia cinzento e humido, o que ainda deu mais beleza ao passeio.  Aconselho a toda a gente a fazê-lo. Eu moro fora da cidade, mas venho todos os dias para Lisboa e passo toda a semana encafuada num escritório. Pessoas que fazem o mesmo que eu esquecem-se, ignoram  o que a cidade de melhor tem para nos dar.

Podem passear sozinhos, ou com o guia Rui, do Parque Florestal que tem maravilhosas histórias para contar e passeiem muito pela floresta. Sim, temos uma floresta na cidade!

É fantástico! Dia 25 de março vão fazer um passeio noturno no Parque. Aproveitem!

“A Serra de Monsanto é habitada desde tempos pré-históricos. Esse facto é comprovado pelas numerosas descobertas arqueológicas efetuadas na sua área, destacando-se as estações de Montes Claros e de Vila Pouca. A floresta original terá começado a ser destruída, no momento em que a cidade de Lisboa iniciou o seu desenvolvimento.”