Do Douro aos Pirenéus- O Douro

Este ano eu e o meu marido decidimos, por questões familiares, ficar por perto nas nossas férias.Deste modo decidimos fazer as nossas férias, de carro: Lisboa, Peso da Régua, Chaves, Parque Natural de Montesinho, Burgos, Donóstia-San Sebastian e Escarrilla-Pirenéus. Na volta, via Madrid, parámos em Mérida para vermos o anfiteatro romano. Acabou por ser umas viagem de 3.600 kms.

Saímos num dia de muito calor, como nos habituou o passado mês de agosto e o início de setembro. Atravessámos um país em chamas. Cheirava intensamente a fumo, por todo lado.

Chegámos por volta da 18:00 horas a Peso da Régua, Quinta de  Marrocos, www.quintademarrocos.com. Chama-se assim porque no passado tinha-se o hábito de dizer que o que estava a sul do Douro, era Marrocos. As gentes do Norte ainda chamam às gentes do Sul, Mouros! Assim nos contou o dono desta quinta, o Prof. César Sequeira que gere esta quinta com a suas filhas. Um ambiente muito familiar, com um jantar fabuloso, que partilhamos com um jovem casal holandês, muito simpáticos, que tencionam um dia vir para Portugal e montar o seu negócio, e uns pequenos almoços fantásticos. Como produtores de vinhos, descobri nesta quinta uma Malvasia ótima, o Prof. César Sequeira guiou-nos numa visita às Adegas e contou-nos excelentes estórias.

Uma vez mais descobrimos esta Quinta através do booking.com. Não há duvida que é um excelente website de reserva de hóteis. Não queremos outra coisa www.booking.com

No segundo dia, depois do excelente almoço na Quinta Marrocos, fomos até à estação de Caminhos de Ferro para apanhar o comboio até ao Pocinho e de lá o barco para descermos o Douro. Fizemos previamente a reserva e o pagamento em www.cruzeiros-douro.pt . E correu tudo tão bem! Estavam à nossa espera na estação, encaminharam-nos para o comboio e foi uma viagem muito simpática até ao Pocinho. Quando chegámos tínhamos autocarros a nossa espera para nos levar ao Barco. Quando lá chegámos verificámos que éramos nós e mais umas duzentas pessoas. Entrámos de uma maneira muito ordeira, com as mesas reservadas, foi só sentarmo-no, o barco zarpou passámos a primeira eclusa e serviram-nos o almoço- E que almoço! Parabéns. Nunca pensei que o almoço fosse tão bom. E o pessoal de bordo, uma simpatia.

Lista de Cruzeiros de 1 Dia no Douro

Já tinha feito, há alguns anos atrás, com a minha mãe, a subida do Douro  do Porto até à Régua. Com descida de comboio para o Porto. E fiquei maravilhada! O que me espantou mais foram as eclusas. Que obra de engenharia! Tenho que dizer um pouco assustador!

As eclusas são comportas nas barragens que abrem e fecham para o barco subir, ou descer.

Fizemos três eclusas: Barragem do Pocinho, Barragem da Valeira e Barragem do Bagúste com 30 metros! Estava um calor Brutal cá fora, mas lá dentro tínhamos ar condicionado

Quando estávamos a chegar à Régua ao passar as 3, ou 4 pontes que a cidade tem, quase não se via nada. Por causa dos fogos em redor, o fumo era tanto que quase era irrespirável. E um calor abrasador.

 

Após duas noites nesta maravilhosa quinta, começámos a subir para Trás-os-Montes, região pela qual nutro grande  admiração.

Saímos de Peso da Régua em direcção a Chaves. Entretanto lembrei-me ter visto na televisão uma reportagem sobre uma praia fluvial acima de Mirandela, a barragem do Azibo, ao pé de Macedo dos Cavaleiros.  Lembrei-me, também, de que há muitos anos atrás tinha almoçado num restaurante no Romeu, Maria Rita.

Antes de irmos para Chaves fizemos um desvio até ao Azibo pata nos banharmos e marcámos almoço no Restaurante Maria Rita e só depois fomos para Chaves.

A praia fluvial é muito bonita e tem todas as condições de uma zona balnear. Estava mais um dia de muito calor, soube muito bem nadar no Azibo e depois almoçar. Romeu é uma aldeia perdida, no meio de nada, agora rodeada de estradas. Tem muitas casas abandonadas e tem o Restaurante e um Museu. A comida é boa, o ambiente também, só quem conhece é que passa por lá. Produzem vinho e azeite. Interessante!  http://www.quintadoromeu.com

img_338420160809_15072020160809_151011

5 opiniões sobre “Do Douro aos Pirenéus- O Douro”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s