Noruega – Oslo – Dia 3

Apanhámos um susto quando chegámos a Oslo. A cidade parece um estaleiro na zona junto ao mar. Digamos que é uma zona equivalente à nossa Expo. Estão a construir, como se não houvesse amanhã, prédios e mais prédios. Por causa das obras não conseguíamos chegar à rua onde se situava o nosso apartamento. Depois de voltas e mais voltas lá encontrámos a entrada. Chovia bastante quando começámos a descarregar o carro.

Os prédios são autênticas obras de arte, até nos fazem esquecer as obras em volta. Mas, interrogámo-nos, para quê tantos prédios? A Noruega é um país grande, longo, mas apenas com 5,258 milhões de habitantes, dos quais cerca de 650 000 vivem em Oslo. A resposta veio mais tarde, nas montanhas, quando conversávamos com um casal Norueguês. A população que vive no campo, nos vales e planaltos, nas montanhas é difícil, quer viver na cidade. Já temíamos isso. Na nossa perspectiva não é um bom sinal, mas os Noruegueses são um povo muito diferente que sabe viver em sociedade com respeito e confiança, talvez não seja tão trágico como nós o sentimos.

Ficámos num belíssimo apartamento, BJØRVIKA APARTMENTS, Opera Area, Oslo city center, com garagem, que encontrámos uma vez mais através do Booking.com.

Acordámos hoje, após uma noite bem dormida, apesar de às 4h:00 da manhã já estar sol. O dia amanheceu lindo, mas com um vento frio, vindo do mar.

Após o pequeno almoço e alguma merecida preguiça, saímos e fomos até à estação de comboios central, onde havia um posto de turismo e comprámos o Oslo Pass. Custa à volta de 70 euros por pessoa, mas para além de podermos andar em todos os transportes, dá entrada nos museus e descontos em alguns restaurantes. Vale a pena. E partimos a explorar a cidade.

Começamos pelo Museu Edward Munch. Pintor norueguês, um dos precursores do impressionismo e expressionismo.

Edvard Munch – ” O Grito”

Seguimos depois para a zona ribeirinha, onde tudo acontece.

Tjuvholmen (ilha dos ladrões) é um local fantástico, onde já estão instalados os belíssimos edifícios que agora crescem também na zona onde temos o apartamento. Aqui, estiveram envolvidos 40 arquitectos desde 2004 para a construção destas obras de arte. É um local cheio de esplanadas e onde os noruegueses têm umas praias urbanas, onde se banham no mar e apanham sol.

Em frente à Câmara Municipal que é um edifício lindo, encontrava-se o Nobel Peace Centre, rodeado de obras. Não resisti entrar. Adorei o que vi. Numa exposição muito clean, os noruegueses são um povo clean, a simplicidade é o mote, chamava a atenção para os problemas ambientais. Noutra exposição, muito profunda, sobre a violência contra as mulheres e sala dos galardoados.

City Hall

Nobel Peace Center

2 opiniões sobre “Noruega – Oslo – Dia 3”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.