Noruega – Viagem- Parque Nacional de Rondane – Dia 5

Após estas três noites em Oslo, chegou a hora de partir para atravessar estas terras de Ragnar, Thor e Odin que as abençoaram certamente e por isso são tão belas.

Mas antes de sair de Oslo, não pudemos deixar de visitar a pista de saltos na neve, mesmo na cidade, na parte mais alta, Holmenkollen. Uma questão de honra para o meu marido. Infelizmente não fomos ao topo porque a fila para o elevador era enorme e nós tinhamos uma viagem pela frente. 

Uma vez mais encontramos obras na estrada de kms! Desta vez por causa da estação de esqui Lillehammer que os noruegueses querem que tenha bons acessos para que possam acolher, um ano destes, os jogos olímpicos de inverno.

Chegámos ao Parque Nacional de Rondane, em Oppland, o mais antigo da Noruega, com muito sol. A nossa ideia era ficar num parque de campismo. Havia duas entradas para o Parque: Mysusaeter e Hovringen. Optámos por esta última, em boa hora. Começámos a subir e chegámos a um planalto com cottages e hotéis e muito verde à volta, a 1000 m de altura.

Dirigimo-nos a um dos complexos hoteleiros Haukliseter Fjellhotel e fomos recebido pelo o dono, Tore, que gere este hotel de família. Nesta região ficam o que os Noruegueses chamam de “summer houses”. No passado as famílias saíam dos vales para a montanha e levavam o seu gado e aí passavam o verão.

Este lodge tem um hotel com um restaurante que serve refeições deliciosas e que é procurado até pelos hóspedes de outros hotéis, cottages e sítio para tendas e caravanas.

Nós tínhamos uma tenda connosco, e estávamos preparados para acampar, no entanto perguntámos por cottages. Estavam todas ocupadas. Entretanto Tore começou a mostrar-nos as instalações que têm uma vista lindíssima sobre o planalto e acabámos convencidos a ficar no hotel.

Ele lá sabia porque é que devia insistir em que ficássemos no hotel. O dia seguinte amanheceu chuvoso e frio.

Como estávamos no meio de nada, jantámos no restaurante. Foi-nos apresentado um jantar buffet inesquecível. Tudo comidas norueguesas. Claro lá estava o salmão cozinhado de todas as maneiras.

Por lá ficámos duas noites. Os pequenos almoços eram igualmente fantásticos e ofereciam sacos para colocarmos sandwiches que éramos convidados a fazer para levar connosco nos passeios pedestres. Único!

Nesse dia, após o jantar, ainda demos uma volta pelas imediações. Fomos para cama com luz do dia e dormimos como anjos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.