Do Douro aos Pirenéus-Burgos

Deixámos Portugal, Trás-os-Montes, para trás  e rumámos para terras de El Rey D. Filipe. A linda cidade de Burgos. Já conheço bem Espanha, principalmente o Norte, mas nunca tinha estado em Burgos. E, acreditem! vale a pena.

Mas antes de fazermos os cerca de 300 km, parámos em Bragança. Surpresa das surpresas! Bragança é uma cidade renovada! Como escrevi no capítulo de Chaves, esta cidade foi uma desilusão para o imaginário que eu tinha de há anos a trás. Aconteceu o oposto com Bragança. De uma cidade triste, no passado, encontrámos uma Fénix!

E lá fomos nós do Portugal profundo para Burgos, uma cidade cheia de turismo. E chegar ao hotel?

Chegámos a Burgos por volta das 17:00 horas, com muito calor. Muito contentes porque tínhamos encontrado um hotel por preços razoáveis, é uma cidade cara, uma vez mais através do www.booking.com,  no centro da cidade, pertíssimo da Catedral. O Hotel Alda Entrearcos, mesmo colado à Plaza Mayor.

De tão bem situados ficámos que não conseguimos chegar, de carro ao hotel, porque este ficava no perímetro só para pedestres. Telefonámos para o hotel e disseram-nos que tínhamos que estacionar no parque de estacionamento Plaza Mayor, por baixo da mesma, com saída praticamente para o hotel. Pagámos 25 euros por três dias, mas o carro estava seguro e cheio de coisas, porque não precisávamos de tudo.

Depois foi calcorrear Burgos e conhecer a Catedral que é imensa. Para mim, é o puro sinónimo de ostentação. A sua construção começou no século XIII e foi sendo acrescentada por diferentes famílias endinheiradas que queriam deixar o seu vaidoso testemunho para a posteridade. Encontramos várias capelas, com vários estilos dentro da Catedral.

Depois de colocarmos tudo no Hotel e descansar um pouco, fomos à procura de jantar. Encontramos um restaurante típico, entre muitos, com uma pequena esplanada, por detrás da Catedral e provámos o excelente e fabuloso tradicional Lechazo de Castilla y Leon. Nada mais é que borrego asado no forno. Fabuloso!  E bebemos  sangria. Não podia ser melhor, depois de tanto procurar a entrada do hotel!

Nos outros dias provámos todos os pinchos e andámos, andámos!

Adorámos Burgos. Tem um ambiente fabuloso!

Um pensamento em “Do Douro aos Pirenéus-Burgos”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.