Açores – Faial

Todas as ilhas do arquipélago dos Açores, em Portugal são bonitas e dignas de visita às suas belezas.

A ilha do Faial, que deve o seu nome à quantidade de Faias que existia quando descoberta, com a sua capital na Horta, é mais uma que merece uma aprofundada visita.

Já lá tinha ido no passado e nunca tinha passeado na orla do seu vulcão – o Trilho da Caldeira, na Reserva Natural da Caldeira do Faial, com 313 ha, no centro da ilha e cujo vulcão lhe deu origem.

É um dos passeios mais fantásticos que fiz!

É uma preciosidade esta ilha. Não é muito grande, tem cerca de 172,43 km², separada da Ilha do Pico por, mais ou menos 8 km de atlântico, mas com a melhor vista para a Ilha do Pico.

A sua cidade, Horta, recebe muito velejadores e todos têm de passar pelo o Café do Peter e beber um gin tónico para continuar a viagem sem problemas e, também, deixar um testemunho da sua passagem pintando um mural no porto. É um mito, que todos cumprem escrupulosamente.

É daqui do porto que também partem excursões, em barco, para se ver os cachalotes e golfinhos. Nós bem tentámos. Estavam lá, a passearem de um lado para o outro, mas sem se mostrarem muito, infelizmente para nós!

É chamada a ilha azul, por causa das hortênsias (hydrangea) que lhe dão essa cor. É também a marca de um queijo delicioso desta ilha.

A pequena cidade da Horta é muito bonita com a sua baía de Porto Pim, vista do Monte da Guia, onde se pode visitar a Fabrica da Baleia, onde fabricavam o óleo da baleia.

Toda as ilhas do Arquipélago dos Açores são vulcânicas. Mas o vulcanismo mais recente foi aqui no Faial. Entre Setembro de 1957 e Outubro de 1958, o Vulcão dos Capelinhos, manifestou-se ruidosamente, emergindo do mar, acrescentou superfície à ilha e fez com que a maior parte dos habitantes emigrasse para os Estados Unidos da América. Aqui encontra-se o centro interpretativo do Vulcão dos Capelinhos, muito interessante, a não perder.

Uma ilha no meio do Oceano Atlântico a meio caminho para as Américas, com tanto para nos dar. Não podendo esquecer a sua gastronomia, com um polvo guisado do melhor!

Em todo o arquipélago pode-se fazer mergulho subaquático. Há vários Centros onde se pode comprar visitas subaquáticas e alugar material. Outra das maravilhas da natureza destas paragens! Para além dos habitantes que são pessoas amistosas e sempre prontas a ajudar. Apesar de terem uma pronúncia cerradíssima, às vezes difícil de entender, mas que lhes confere encanto.

Com este artigo sobre a ilha do Faial, encerro o meu testemunho da minha última visita a este Arquipélago que devo confessar, é a minha paixão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.